top of page

Cada governo paralelo será constituído por um mediador ou organizador geral e por secretários das seguintes pastas: 

- Secretaria da Economia 

- Secretaria da Educação, Cultura e Ciência

- Secretaria da Saúde

- Secretaria do Meio Ambiente

- Secretaria da Justiça e Segurança

- Secretaria do Desenvolvimento Social e Econômico

- No Governo Paralelo federal, a Secretaria da Relações Exteriores. 

- Secretaria da Comunicação Social, que será responsável por divulgar as descobertas e atividades do Governo Paralelo. 

Se, pela procura de voluntários, a Secretaria for formada por mais de um membro, um destes será escolhido Membro organizador da Secretaria.  

FUNCIONAMENTO DO GOVERNO PARALELO

Basicamente, o funcionamento do governo paralelo se dará mediante reuniões e ações concretas entre o Organizador central e o secretariado, visando direcionar pesquisas, estudos e a divulgação das ações.

 

Os governos paralelos e seus participantes se comprometem a não enviesar politicamente suas ações e contribuições, ao menos dentro do projeto.

Uma vez por mês, será realizado um encontro, presencial ou virtualmente, entre o secretariado, que discutirá o resultado das ações combinadas na assembléia anterior e planejará as próximas.

Havendo secretarias com múltiplos membros, estes deverão se reunir ou comunicarem-se com o fito de organizarem-se para a reunião mensal. 

 

 

Ao final de cada mês, como resultado do acompanhamento proposto, será solicitado que cada secretário possa elaborar um texto contendo os resultados do acompanhamento/investigação realizado conforme combinado, das ações do governo oficial, para divulgação na página do governo específico no gabinete paralelona imprensa e mídias em geral. Propõe-se como diretriz, que as seguintes condutas dos governos oficiais sejam acompanhadas: 

- ações que possam caracterizar-se como erro "grosseiro" de técnicas de gestão;

                                                                         

- licitações, contratos ou planejamentos que possam estar sendo conduzidos com valores muito acima do normalmente praticado. Olho vivo nas licitações e contratos - sempre um bom acompanhamento!

                                                                               

- em momentos de apresentação de resultados de metas ou estatísticas, seja pelo próprio governo oficial ou outras Instituições, que demonstrem a insuficiência das políticas públicas oficiais para lidar com um assunto (ou a identificação e reclamação a respeito da simples falta de metas e métricas pelo governo, algo muito comum)

                               

- apresentação de sugestões de políticas ou ferramentas de gestão públicas que tenham sido comprovadamente bem sucedidas em outros governos.

 

 

 

De toda forma, cada governo paralelo terá ampla liberdade para fiscalizar, reclamar, sugerir e discutir, sempre buscando o viés racional e técnico, para evitar-se transformar em sede de discussão ideológica.

 

 

Os governos paralelos são excelentes ferramentas para a fiscalização e o acompanhamento em todo o lugares em que são criados, tornando-se sempre ferramenta de participação e transparência na coisa pública. Leia sobre Governos Paralelos e sua ação internacional. 

Se tiver interesse em participar dessa ideia, entre em contato conosco, relatando a área que gostaria de acompanhar e qual governo paralelo gostaria de criar ou participar.

sm_5b321c99945a2-removebg-preview.png
bottom of page